Banners

1 2 3 4 5

Tomei chá de sumiço!



Oi meus amores, tudo bem? Espero que sim!
Desde fevereiro que não posto nada aqui e que não consigo comentar em outros blogs. Às vezes até consigo dar uma espiadinha hehehe

Tá, vou direto ao motivo: TCC!
Sim o "maldito" trabalho de conclusão de curso!
Tá, ele não é tão maldito, só toma muuuuito tempo dos meus dias.
A primeira parte já foi, até já apresentei ele na pré-banca, e deu tudo certo! =)
Mas ainda continuo nesse próximo semestre e possivelmente não vou conseguir postar por enquanto.
Mas eu volto!

Minha vida já tava beeem corrida! Afinal trabalhar fora e ainda cuidar da casa não é fácil não...
O que me salvou? O MARIDO!
Sim, ele está me ajudando muuuuito! Obrigada meu amor!♥♥♥

Um beijão pra vocês =*

Dicas de Limpeza




Curta o blog no Facebook =)

Pendure suas roupas no cabide certo


Os cabides podem ser fabricados em diversos tipos de materiais. Nem sempre conhecemos todos eles e, muito menos, fazemos ideia se os que compramos servem para as nossas roupas. O pior é quando o cabide não é adequado e acaba danificando a roupa, ou quando colocamos determinada peça e ela, em minutos, cai.
Antes de escolher o cabide é também importante avaliar se ele aguentará o peso da roupa e se não a deformará.

Confira abaixo dicas para usar o cabide ideal para a roupa certa:

Cabide de arame
É o tipo mais barato, normalmente usado por lavanderias. Fino e frágil, este cabide é aquele que costuma estragar a roupa e deve ser evitado o máximo!

Cabides de plástico
Não aguentam peças mais pesadas como jeans e casacos, mas acomodam muito bem peças mais leves como camisas de seda e vestidos. Uma grande vantagem desse tipo de cabide é que eles são finos e ocupam menos espaço no armário de roupas.


Cabide de acrílico
Em tamanho médio é o cabide que acomoda melhor as roupas femininas. O contra dele é que escorregadio, suas roupas podem acabar caindo e bagunçando a parte de baixo do guarda-roupa. Mas, para isso não acontecer, você pode colar bolinhas de silicone ou feltro nas extremidades do cabide!

Cabide de madeira
São os mais resistentes, porém um dos mais caros. Mas ainda se tornam uma boa escolha quando as peças são os casacos, já que ele é ideal para as peças mais pesadas.

Cabide com pregador
Difíceis de pendurar em cabides tradicionais, shorts e saias são as peças de roupa mais indicadas para cabides com prendedor. Este cabide é também indicado para roupas com um ombro só e para visualizar melhor calças no guarda-roupa. Mas atenção: a presilha precisa ser de silicone para não marcar a roupa.

Cabide revestido com tecido
Ideais para peças delicadas e que podem desfiar com mais facilidade (crepe, cetim, seda).

Cabides anatômicos
Geralmente são de plástico ou acrílico e são ideais para roupas pesadas como ternos, blazers, casacos e jaquetas (com ombreira). Aguentam devidamente o peso e não deformam as peças. São parecidos com os cabides de madeira.


Mais dicas:
- Organize as roupas separando-as por cores. Assim será mais fácil achar uma peça legal na hora de se vestir.
- O ideal é colocar uma peça por cabide. A única exceção é quando você for pendurar um conjunto de roupas, como um terno com calça e paletó.
- Os ganchos dos cabides devem ser sempre colocados virados para o fundo do guarda-roupa, pois facilita na hora de tirar ou colocar.


Curta o blog no Facebook =)

Massas Tivva - Saudáveis e Saborosas


Quem gosta de massa levanta a mão!!!! \o/
Levanto até os pés, massa é muito bom, né?! Eu ADORO!

“A Tivva é responsável por oferecer produtos mais saudáveis e saborosos para seus consumidores. Entre eles, destaca-se a linha de macarrões à base de farinha de milho, sem glúten e sem sódio, perfeitos para famílias que buscam uma alimentação mais completa, atletas que precisam de energia e melhor desempenho e pessoas com intolerância ao glúten.”

É quase como comer sem culpa! rsrsrs

A massa escolhida para o almoço (que não foi hoje!) foi a tipo Penne com Linhaça Dourada.


Alimento sem glúten, sem colesterol, sem gordura trans, sem sódio.

Não contém conservantes, corantes e aromatizantes

A embalagem tem um "lacre" plástico, que ajuda a conservar o alimento por mais tempo.

Fiz um molho (pronto) de cheddar pra incrementar.


E um bifinho pra complementar.
Ficou uma delícia gente! *nham nham*

Além desta têm vários outros tipos, dentre eles:
- Fusilli (Original, Quinua e Tomate)
- Mini Fusilli Kids (Original e Mix de Sabores)

Além das massas, a Tivva possui cerveja pilsen também sem glutén! Siiim, acreditem!

Quer ver onde tem Tivva aí pertinho de você? Clica aqui então! ;)

Links da marca
Site Oficial
Receitas
Facebook
Twitter
Instagram

Você lava suas roupas com muita frequência?


O hábito de lavar as roupas após utilizá-las uma vez é bem comum. Algumas pessoas até consideram anti-higiênico usar peças mais de uma vez sem que elas passem pela lavagem. Entretanto, sabia que isso pode ser exagero? Confira as dicas e veja quando é necessário.

1. Inspecione antes de mandar pro cesto.
Roupas íntimas, esportivas e meias precisam de lavagem após o uso, sem exceção. Porém, alguns casacos, camisetas e jeans merecem um segundo olhar. Veja se eles estão realmente sujos (manchas, poeira, etc.) ou se podem ser usados novamente.

2. Deixe as roupas respirarem
Cheque o odor das peças utilizadas e, caso não estejam visivelmente sujas, pendure-as em um cabide e deixe o ar fresco fazer seu trabalho. Claro que se o odor de suor, por exemplo, for muito forte, tem que lavar!

3. "Nem precisa lavar"
Alguns testes já comprovaram que uma calça jeans pode ficar até 3 meses sem ser lavada e, ainda assim, não ficará visivelmente suja ou com odor. Claro que você não precisa ficar tanto tempo sem lavar sua calça, mas, dependendo do caso, pode ficar até uma semana sem lavar (não utilizando ela todos os dias rsrs).

4. Tire as manchas
Mesmo fazendo o teste de não lavar algumas peças você pode cuidar de eventuais manchas indesejadas. Por exemplo: derrubou algo em sua calça jeans? Limpe imediatamente antes que o produto penetre na fibra e poupe uma lavagem!

5. Organize-se
Evite fazer várias lavagens separadas. Tire um ou dois dias da semana para lavar suas roupas e reserve-as em algum lugar ou guarde-as logo. Roupas bagunçadas e mudanças de hábito podem fazer você lavar duas vezes a mesma peça.

6. Roupas de brincar
Se você tem filhos, uma boa opção é separar algumas roupas de brincar. São aquelas mais gastas e antigas, ou, como chamamos: “roupas de ficar em casa”. Elas não precisam ser lavadas com tanta frequência, então, ao chegar de um compromisso, poupe as roupas mais legais.

7. Proteja-se
Um simples avental pode poupar um grande esforço para tirar aquela mancha de molho, certo? Então, ao mexer com coisas que possam sujar, proteja suas roupas.

8. Escolha bem o material
Alguns tecidos, como a lã, precisam de menos lavagem do que outros. Isso porque eles regulam a temperatura corporal, evitando odores, suor, entre outros.

Com algumas mudanças de hábito você economiza água, energia e trabalho! Tem mais alguma dica? Escreva aqui nos comentários e ajudee essa nova dona de casa!

Vi as dicas aqui.


Curta o blog no Facebook =)
© Morar a Dois - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: Cristina Figueredo.
Tecnologia do Blogger.
http://i61.tinypic.com/4htcw7.png